7 verdades sobre o LinkedIn que você precisa saber

O LinkedIn tornou-se um dos recursos mais importantes e relevantes para Networkingprofissional do mercado. Usado por mais de 313 milhões de pessoas em escala internacional, não é de admirar que a rede social está, para muitos empreendedores, substituindo as formas tradicionais de encontro e de socialização.

Se você busca empregoperspectivas de vendas, ou apenas experiência no geral, é verdade que o LinkedIn pode lhe dar uma mãozinha, mas é importante reconhecer algumas considerações sobre a plataforma antes de você mergulhar de cabeça.

#1 Nem todo mundo no LinkedIn quer fazer Networking.

Esta é uma regra básica que você precisa para seguir se você quiser ficar nas boas graças de suas conexões atuais e potenciais. Novos usuários do LinkedIn, muitas das vezes, ficam animados com a ideia de fazer novas conexões, e começar a chegar a pessoas/empresas que não conseguiam antes. Enquanto alguns usuários também adotam esta ideia de conhecer novas pessoas e se conectar com estranhos, outros são ofendidos por ela, e podem se sentir ofendidos, caso recebam um pedido nesse sentido.

Obviamente, você quer evitar tal cenário, uma vez que poderia irritar uma conexão potencial. Em vez disso, concentre-se conectar com as pessoas que você já conheceu, trabalhou, ou amigos de pessoas que você já adicionou. Certifique-se de que cada usuário em potencial saiba como você o encontrou, e por que você quer se conectar a ele.

#2 As pessoas irão julgar seu perfil.

Seu perfil é a primeira coisa que a nova conexão irá olhar, e se você ainda não conheceu pessoalmente antes, ele vai ter a primeira impressão sobre você ali mesmo, e a primeira impressão é a que fica.

Construir bem o seu perfil, é a melhor maneira de deixar os seus novos (e potenciais) contatos com boas impressões sobre você.

O que faz exatamente um bom perfil? Há dezenas de regras e centenas de opções. Você pode escolher todas que possam se adequar melhor ao seu histórico profissional e às suas intenções na rede social, mas os fundamentos são basicamente:

  • Personalize o seu URL do perfil: Você não é apenas uma série de letras e números aleatórios. Isto facilita também o ranqueamento de seu perfil nos sites de busca como o Google, Bing e Yahoo.
  • Certifique-se de sua foto de perfil é um 3×4 profissional: Olhando para a câmera de forma simpática, como se estivesse de braços abertos para quaisquer oportunidades.
  • Preencha o seu perfil com o máximo de informações: E o quanto de detalhes que puder, sem se gabar ou parecer prepotente.
  • Incluir recomendações pessoais de outras pessoas: Se tiver, não desmereça o poder das recomendações. Os “depoimentos” são a forma mais provativa da nova conexão acreditar em seu potencial como profissional.

#3 Sua marca pessoal deve ser tratada como profissional.

A marca é uma identidade, e enquanto a sua deve basear-se em sua personalidade real, ela também deve ser refinado e tratado como uma marca profissional. Como você se conecta mais no LinkedIn e se envolve em discussões diferentes com pessoas diferentes, seu público e suas conexões devem receber uma experiência consistente.

Isso significa que sua imagem, sua personalidade, e até mesmo seu idioma precisam estar em total sincronia.

Desenvolver sua marca pessoal, proporcionará às pessoas, a experiência desejável que eles querem, e eventualmente, eles irão querer voltar e adiquirir mais.

Conecte o seu perfil do LinkedIn com seus perfis de outras redes sociais (Facebook, Twitter, Google+, etc.) e amplie seu público, criando uma marca pessoal. É bom para mostrar um pouco da sua personalidade, mas lembre-se que o LinkedIn não é um lugar para fazer atualizações pessoais – é uma rede profissional, em primeiro lugar.

#4 As pessoas irão notar spam e publicidade.

A maioria das conexões, e a maioria das pessoas em geral, odeiam a ideia de que está recebendo spam. Ao cometer spam no LinkedIn, a autoridade e credibilidade da mensagem são imediatamente destruídas.

Se alguma de suas mensagens ou tentativas de conexão são vistas como spam ou como tentativas de anunciar sua empresa ou marca pessoal, o público vai imediatamente negar você.

Escreva mensagens específicas para o seu público, no seu perfil, em suas tentativas de conexão e em seus comentários de discussão. Certifique-se que as pessoas saibam que você não está apenas tentando alcançá-los para a construção de conexão artificial ou uma tentativa cega para obter mais negócios. Seja você mesmo, e escreva mensagens originais com conteúdo exclusivo para evitar parecer robótico ou impessoal.

Não importa o quanto você seja bom com publicidade, as pessoas irão notar sua propaganda, e você vai perder sua credibilidade.

#5 Dê um toque pessoal ao seu perfil.

Assim como na vida real, as pessoas no LinkedIn anseiam reconhecimento pessoal, e se você der a eles, você vai conquistar a confiança delas. Comece cada requerimento de conexão com uma nota de interação pessoal. Quando pedir para se conectar com uma nova pessoa, escreva para ela uma mensagem sobre por que essa ligação é importante para você, e inclua dados pessoais, para que a outra pessoa saiba que você está sendo sincero.

Enviando o padrão “Oi, eu gostaria de me conectar” vai fazer você parecer robótico, distante e inacessível.

Em seguida, o acompanhe suas ligações em uma base regular. Se você ver que é o aniversário de algum contato, de alguém do trabalho, ou algum amigo tá de emprego novo ou recebeu uma promoção, mande uma mensagem para ele, dando os parabéns e desejando sucesso!

Aproveite todas as oportunidades que puder para construir o seu relacionamento com toques pessoais minúsculos. Ao longo do tempo, sua conexão vai se tornar muito mais forte.

#6 Grupos tem poderes especiais.

Não dê sua atenção apenas às atualizações de perfis pessoais e mensagens privadas com seus contatos. Use o poder de grupos para aumentar a sua rede de potencial e alcançar pessoas que nunca conheceu pessoalmente. Inscreva-se para ser uma parte de tantos grupos como julgar apropriado. Saiba as intenções e etiqueta de cada grupo, e envolver-se, iniciando discussões e respondendo a comentar tópicos que já estão em andamento.

A verdadeira oportunidade dos grupos é ter a chance de se apresentar a novas pessoas sem precisar adiciona-las como conexões, evitando assim uma má impressão. Em um ambiente de grupo, as pessoas vão se familiarizar com a sua personalidade e autoridade, e é muito provável que você vá atrair novas conexões sem fazer muito esforço.

#7 Reuniões presenciais lhe dão ótima visibilidade.

Conexões interpessoais não podem prosperar exclusivamente na mídia social. Enquanto o ambiente digital nos dá uma grande plataforma para iniciar novas conexões, encontros pessoais ainda são importantes para construir uma “camaradagem” e aprofundar essas relações. Nem sempre é possível devido às limitações geográficas e agenda, mas sempre que possível, tente agendar uma reunião, almoço ou uma xícara de café com o seu mais importante (ou seus mais novo) contato.

Você ficaria surpreso com o quanto um encontro pessoal pode significar para uma pessoa, mesmo na era digital. Não é um requisito obrigatório para a participação do LinkedIn, claro, mas os membros do LinkedIn que se conectam fora da plataforma, tendem a ser mais bem sucedidos do que os membros que operam exclusivamente no mundo online.

Conclusão

Não deixe que estas 7 verdades afastem você do LinkedIn, pois quando usadas corretamente, são de grande ajuda e evitam inconvenientes.

Uma rede social profissional, assim como em um ambiente de trabalho, também precisa de regras de ética e comportamento. Uma vez que esteja familiarizado com a forma que o LinkedIn funciona, maiores serão as suas chances de chegar a mais conexões e ampliar o seu network, tirando proveito de tudo o que a plataforma tem a oferecer.

Grande abraço,

Compartilhe este artigo: